Associativismo no Brasil do Século XIX: repertório crítico dos registros de sociedades no Conselho de Estado (1860-1889)

Análise crítica dos registros de criação ou reformulação dos estatutos das associações beneficentes, comemorativas, religiosas, filantrópicas, étnicas, científicas, educacionais, literárias, dramáticas, desportivas e recreativas criadas na cidade do Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX.

Clique e confira o artigo na íntegra

Ronaldo Pereira de Jesus
Universidade Federal de Ouro Preto

Mais Notícias


INSPIRAÇÃO

Um sentimento mal acomodado na mente provocou a inspiração para a criação da Escola de Associativismo. Por que havia recuado e não encarado a luta como sempre fiz ? Razoes cristalinas indicavam a correção da decisão mas o espirito de luta relutava em aceitar. Estava deixando uma posição de diretor numa associação nacional de alta […]


[NOVO] As novas jabuticabas políticas regressivas do Congresso Nacional

Forças políticas querem fazer uma blitzkrieg para mexer no sistema político. O que já está ruim, pode piorar. O presidente da Câmara, elegeu como prioridade uma reforma eleitoral. Pressionados pelos partidos nanicos, os deputados falam no chamado “distritão” e ventilam a volta das coligações. No distritão, como se sabe, assumem os mais votados, independentemente do […]


[NOVO] ASSOCIATIVISMO E COOPERATIVISMO MELHORAM O MUNDO

Associações e cooperativas são fundamentais para o desenvolvimento de um país. São importantes para a consolidação das democracias e para o aprimoramento das instituições. O assunto é empolgante, envolvente; e, por isso, é preciso cuidado: pode virar uma paixão! Helcio Resende Dias, por exemplo, Presidente da FINDES (Federação das Indústrias do Estado do ES) durante […]