71% dos bares e restaurantes sofrem com dívidas, aponta associação | Prejuízo já teria passado dos R$ 341 bi

Quinze meses após o início da pandemia no Brasil, 71% dos estabelecimentos do segmento de “Alimentação Fora do Lar”, que incluem como bares e restaurantes, sofrem com o acúmulo de dívidas, conforme dados da Associação Nacional de Restaurantes (ANR).

Comerciantes relatam que, por causa do número reduzido de pessoas que consomem nos estabelecimentos, foi necessário implementar o sistema de entrega, o delivery. Mesmo assim, os lucros não aumentaram.

Esse é o caso da Quelma Bezerra, gerente de restaurante localizado na área central de Brasília. Ela relata que o movimento caiu muito e, para não fechar, foi necessário fazer empréstimos bancários.

Restrições

Para o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Alexandre Sampaio, o problema vai além da ausência de clientes. Também existem as restrições de funcionamento.

De acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, as atividades turísticas, que incluem o setor alimentício, já somam um prejuízo de mais de R$ 341 bilhões.


Fonte: Agencia Brasil

Do ponto de vista empresarial, o associativismo pode traduzir-se no … Todas essas conquistas são exemplos da força do associativismo empresarial.

Saiba mais: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/sou-abrasel-pra-ser-maior/471087