UMA NOVA E SIMBÓLICA PARCERIA PARA A ESCOLA DE ASSOCIATIVISMO, INSTITUTO AMÉRICO BUAIZ

PATRONO DO GRUPO BUAIZ, FUNDADOR E PRIMEIRO PRESIDENTE DAS FEDERAÇÕES DO COMÉRCIO E DAS INDÚSTRIAS DO ES

Uma grande honra, um evento especialíssimo, o apoio do INSTITUTO AMÉRICO BUAIZ à ESCOLA DE ASSOCIATIVISMO. Com absoluta certeza, se ainda vivo, Américo Buaiz seria um destacado colaborador de conteúdo da escola pela seu conhecimento e sua reconhecida e louvada prática do Associativismo. O Grupo Buaiz é hoje presidido por Américo Buaiz Filho, valoroso empreendedor que deu grande impulso a conglomerado empresarial que é um dos maiores do estado do ES.

Com grande satisfação registramos a renovação, por mais doze meses, da parceria desta forte associação. Será o quarto ano desta parceria. Sempre ficamos muito felizes com cada renovação, uma demonstração de reconhecimento de valor do que estamos realizando e de confiança na boa aplicação dos recursos financeiros da parceria. Obrigado ACAPS !

Embora grande parte do mundo esteja consumida com ações para combate à disseminação do coronavírus, as renovações de associado/ patrocínio/ parceria/ apoio/ doacão estão chegando. Os especialistas oferecem conselhos sobre como lidar com avisos, solicitação de renovação, além de serem sensíveis ao ambiente único de hoje.

 

…Dada a difícil situação financeira causada pelos fechamentos relacionados ao coronavírus, as associações estão tentando descobrir a melhor maneira de lidar com as renovações que vencem. Dois consultores ofereceram alguns conselhos, com base no que eles estão vendo em associações em todo o país.

 

“O envio de renovações e a decisão sobre os tipos de comunicação se tornam muito mais estratégicos”, disse Scott Oser, presidente da Scott Oser Associates.

 

Com muitas associações sofrendo, é mais importante do que nunca transmitir aos associados/ parceiros, os benefícios que sua associação está oferecendo, para que eles desejem renovar. “Aponte-os para os serviços de sua associação que são importantes para o que fazem”, disse Oser.

 

David Patt, CAE, presidente da gerência executiva da associação, disse que é importante que os associados/ parceiros sintam que você ainda está lá para eles. “Você precisa manter a lealdade e a confiança das pessoas”, disse Patt. “Você não quer que as pessoas digam “eu realmente não preciso disso”. Você precisa criar uma maneira de fazê-las ainda querer você”.

 

Oser recomenda reforçar a comunicação de noivado. “É para que eles saibam quais são seus serviços, como eles estão se beneficiando com sua associação, qualquer que seja o benefício”, disse ele.

 

Embora Oser incentive o engajamento, ele acha que as renovações devem ser enviadas nos horários habituais, sem extensões ou mudanças, exceto em circunstâncias extremas. “A menos que eles estejam em um setor em que seja terrível e sintam que é fundamental que eles façam algo muito diferente para que o setor ou os associados/ parceiros sobrevivam, eles devem continuar a se comunicar com seus membros sobre a renovação”, disse Oser . “Pelo que vi, as associações que continuam enviando renovações ainda estão recebendo renovações.”

 

Patt adota a perspectiva mais ampla de que muitas indústrias foram atingidas pelo vírus. Ele viu extensões gerais de associação por alguns meses. Se uma associação quiser oferecer ajuda, mas não puder pagar uma extensão geral, ele recomenda permitir que os membros se auto-selecionem. “Você pode dizer algo como:‘ Você pode ter sido ferido financeiramente pela crise atual. Nós também. Se você puder, renove suas dívidas agora. Vamos esperar se você não puder “, disse Patt. “Isso mostra as pessoas que você entende e diz às pessoas que podem pagar, não espere”.

 

Oser disse que viu algumas associações enfatizarem o quão difícil o COVID-19 tem sido nas finanças da associação. Ele não recomenda isso. “Não é sobre a associação”, disse Oser. “Inverta o script, então é sobre os associados/ parceiros. Se você listar nove maneiras pelas quais a associação pode ajudar os associados/ parceiros e a décima for: “Aliás, cada dólar que você nos der para apoiar o setor” está ótimo. Agora não é hora de dizer: “Como associação, precisamos de sua ajuda”. Os associados/ parceiros estão lutando tanto ou mais. ”

 

Patt observou que as associações que renovam todos ao mesmo tempo podem estar enfrentando problemas mais difíceis do que aqueles que renovam de forma contínua. “Se todo mundo chegar até 1º de abril, você estará contando com uma grande fatia da receita”, disse ele. Patt sugeriu que essas associações convertessem associados/ parceiros em uma renovação contínua.

 

Tanto Patt quanto Oser concordam que o tom dos pedidos de renovação deve refletir a situação atual. “O marketing tradicional diz para criar urgência imediata”, disse Oser. “Se você expirar amanhã, eu vou lhe dizer: ‘Estou cortando os benefícios amanhã.’ Eu não recomendaria que as pessoas façam isso agora.”

 

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Rasheeda Childress é editora associada da Associations Now. Ela cobre dinheiro e negócios. Envie um e-mail para ela com idéias de histórias ou dicas de notícias.

 

 

O diretor da Escola de Associativismo esteve com o Diretor da Rede Vitória de Comunicação e colaborador de conteúdo da Escola de Associativismo Fernando Machado para um primeiro contato para uma parceria. O Instituto Américo Buaiz faz parte do mesmo grupo da rede de comunicação. Américo Buaiz, é uma grande inspiração, foi um dedicado e bem sucedido associativista, fundador e Presidente da FECOMERCIO/ES e da FINDES Federação das Indústrias do Estado do ES.

A nova diretoria do SEBRAE/ES recebeu o diretor da escola, acompanhado por Deusdedith Dias e Rafael Andaku. O Superintendente do SEBRAE/ES, Pedro Rigo e o Diretor de Atendimento, Luiz Toniato, ouviram do diretor da escola informações sobre o estágio atual dos cursos produzidos, do conteúdo colecionado e fizeram exercícios de novas possibilidades de cooperação dentro dos fins e objetivos do SEBRAE e da escola. Ficou claro que o SEBRAE/ES, um importante parceiro da ESCOLA DE ASSOCIATIVISMO, valoriza o trabalho, a missão da escola de fortalecer as associações de micro e pequenos empreendedores para que estas categorias de empresas também se fortaleçam pela ação das suas associações mais ativas, mais eficientes.