ELEITO PRESIDENTE DA ABIP (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PANIFICADORES), PAULO MENEGHELLI, do SINDIPÃES FILIADO À FINDES, AMIGO DA EA

Uma grande alegria, uma real possibilidade de parceria e convênios de cursos para multiplicadores e associativistas a nível nacional.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO ES, UMA GARANTIA DA CONTINUIDADE DE APOIO À ESCOLA DE ASSOCIATIVISMO

No último dia 29 de julho tomou posse, em solenidade híbrida, na sequência da inauguração do ITS – Instituto de Tecnologia SENAI / Eficiência Operacional, a nova Presidente da FINDES, primeira mulher a ocupar este cargo em 62 anos de existência daquela associação de empreendedores.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO ES, GARANTE CONTINUIDADE DE APOIO À ESCOLA DE ASSOCIATIVISMO – em contato com o diretor da escola, Cris Samorini manifestou sua percepção de relevante valor no trabalho realizado pela escola para o fortalecimento das associações. Registrou conhecimento de que a escola nasceu dentro da FINDES, na gestão liderada pelo Presidente Marcos Guerra. A rica parceria vai continuar, garantiu.

Local: Federação das Indústria do Estado do ES – 11/04/2019
ENTREGAMOS O ESTATUTO DO SINDICATO REVISADO E O CÓDIGO DE ÉTICA DA INSTITUIÇÃO IMPLANTADO, BEM COMO A AGENDA SINDICAL ESTRUTURADA COM AS AÇÕES DEFINIDAS PARA SEREM EXECUTADAS VISANDO ALCANÇARMOS AS METAS E OBJETIVOS DEFINIDOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS. ESTAMOS DEIXANDO DOIS PROGRAMAS IMPORTANTES PRONTOS PARA SEREM EXECUTADOS. O PLANO DE COMUNICAÇÃO E O PROGRAMA PLÁSTICO NA INDUSTRIA 4.0. ACREDITAMOS QUE A IMPLEMENTAÇÃO DESSES DOIS PROGRAMAS SERÃO FUNDAMENTAIS E ESTRATÉGICOS PARA CONTINUARMOS TRANSMITINDO AOS NOSSOS ASSOCIADOS OS VALORES E A IMPORTÂNCIA DE FAZEREM PARTE DE UMA ASSOCIAÇÃO REPRESENTATIVA NA DEFESA DOS SEUS INTERESSES, E AUXILIANDO AS INDUSTRIAS DO SETOR NO DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS QUE IRÃO PROPORCIONAR PRÁTICAS DE INOVAÇÃO, AUMENTO DE PRODUTIVIDADE E MELHORIA DA COMPETITIVADE DAS NOSSAS EMPRESAS, RESPECTIVAMENTE. VALE A PENA FRISAR QUE TODO ESSE TRABALHO VEM SENDO CONSTRUIDO A VÁRIAS MÃOS E COM IMPESSOALIDADE. NÃO É UM PROJETO DE UMA OU OUTRA GESTÃO E SIM DE UM SETOR E TODOS OS SEUS STAKEHOLDERS. MUITO AINDA HÁ PARA SE FAZER, COMO
SEMPRE NOS PROVOCA O NOSSO PRESIDENTE DA FINDES, E ISSO É FATO. AS DEMANDAS NÃO PARAM, AS MUDANÇAS AVANÇAM NUMA RAPIDEZ EXTRAORDINÁRIA E O NÍVEL DE EXIGÊNCIA PELA EXCELÊNCIA NAS ENTREGAS SÃO CADA VEZ MAIS FORTES. HÁ MUITO SE FALA NA NECESSIDADE DE REVISÃO E RENOVAÇÃO DAS ESTRUTURAS SINDICAIS. NÃO HÁ SOLUÇÕES MÁGICAS. MUDAR AS LEIS NÃO MUDA AS IDEIAS. A REVITALIZAÇÃO REQUER ESTRATÉGIAS E NÃO APENAS TÁTICAS:
– REPENSAR OS PROPÓSITOS E OBJETIVOS DA REPRESENTAÇÃO
– ENTENDER OS GRUPOS DE INTERESSE REPRESENTADOS

– REVER AS FORMAS DE AÇÃO E A NATUREZA DOS SEUS PROCESSOS DEMOCRÁTICOS INTERNOS
– REDESENHAR A REPRESENTAÇÃO EM BASES INOVADORAS
– ABRAÇAR OS INTERESSES DE UM PÚBLICO MAIS AMPLO E DESENVOLVER PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EFICIENTES SÃO FUNDAMENTAIS.
A INOVAÇÃO ESTRATÉGICA TRAZ À TONA QUESTÕES POLÍTICAS DIFÍCEIS, POIS MUDANÇAS ESTRUTURAIS AMEAÇAM AS RELAÇÕES INTERNAS DE PODER. RICHARD HAYMAN E REBECCA GRUMBRELL, DUAS AUTORIDADES EM ESTUDOS SOBRE SINDICALISMO NO MUNDO, DISSERAM: “TEMPOS DIFÍCEIS PODEM ESTIMULAR UM NOVO PENSAMENTO, TRAZENDO NOVAS OPORTUNIDADES. O DESAFIO É REVER PROPÓSITOS E PRIORIDADES E CRIAR MANEIRAS INOVADORAS PARA ATINGI-LOS. ISTO PODE ENVOLVER ESCOLHAS DIFÍCEIS: NEM TODOS OS OBJETIVOS PODEM SER IGUALMENTE PRIORIZADOS, PRINCIPALMENTE QUANDO OS RECURSOS ESTÃO MAIS ESCASSOS.” POR FIM QUERO AGRADECER A TODA DIRETORIA QUE FEZ PARTE DESSA GESTÃO, AOS ASSOCIADOS QUE ACREDITARAM E APOIARAM O NOSSO TRABALHO, …PROCUREI A TODO TEMPO ORIENTAR A MINHA ATUAÇÃO COM BASE NOS PRINCÍPIOS E VALORES QUE VALIDAMOS, PAUTADOS NO COMPROMETIMENTO, FOCO EM RESULTADOS, INOVAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E TRANSPARÊNCIA – COM A VERDADE ACIMA DE TUDO.